Projeto leva alunos a contarem histórias para crianças e adolescentes em assistência médica

Por Luciana Lino
Colaboradora da Aglae

Como encantar crianças e adolescentes que estão em atendimento constante em um hospital? O Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG), hospital da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criou o projeto “Alunos Contadores de Histórias”, no qual estudantes da universidade dedicam parte de seu tempo para ler livros infanto-juvenis aos jovens atendidos na instituição. Criado em 2008, o projeto passou por algumas mudanças durante seu período de realização.

- Em 2007, a ONG Rio de Histórias trouxe voluntários para serem contadores de histórias para crianças atendidas no IPPMG. Por conta da distância e localização (o Instituto fica localizado no campus Cidade Universitária da UFRJ), os voluntários da ONG não conseguiram dar continuidade à atividade. Então, o Núcleo de Humanização do IPPMG, que tinha acolhido o projeto da ONG, abriu espaço para que alunos da UFRJ fossem convidados e treinados para essa atividade. O primeiro treinamento ocorreu em agosto de 2008 e foi um sucesso desde o início – contam as coordenadoras do projeto, Regina Fonseca, Sonia Motta e Verônica Pinheiro.

No primeiro ano dos Alunos Contadores, foram convidados estudantes da área de saúde da universidade, mas diversos alunos de outros cursos procuravam saber mais sobre o projeto. O resultado: em 2009, o IPPMG redefiniu suas vagas para agregar alunos de variados cursos, tanto da graduação como da pós-graduação, e a atividade foi aprovada como Projeto de Extensão Universitária da UFRJ em novembro daquele ano. A repercussão da iniciativa, que possui edições semestrais, cresce a cada ano que passa.

- Em nossa última edição, em agosto de 2016, mais de 1.500 alunos se inscreveram para participar da palestra de apresentação do projeto. Como temos vagas para receber apenas 70 voluntários semestralmente, selecionamos os alunos através de um sorteio respeitando um determinado número de vagas para cada curso da universidade, para favorecer a interdisciplinaridade – dizem Regina, Sonia e Verônica.

Durante um mês, o universitário selecionado passa por um treinamento que consiste em palestras, oficinas e um estágio supervisionado, no qual o aluno novo é acompanhado por um antigo, que é chamado de “aluno apoiador”. O estudante da Faculdade de Letras da UFRJ, Luís Fellipe dos Santos, é um dos antigos voluntários.

- Estou no projeto desde o início de 2015, mas quando meu período de seis meses acabou, eu continuei no projeto e me tornei aluno apoiador. Conheci o Alunos Contadores através de indicação de uma pessoa que disse achar esse projeto a minha cara, e o que me motivou a entrar foi o fato de, na época, eu estar meio perdido na faculdade. Já estava no quinto período e não tinha nada que me motivasse realmente no curso. Depois de entrar no Alunos Contadores, eu senti que encontrei algo que fizesse sentido na minha graduação.

A contação de histórias é diária e ocorre em todos os espaços de atendimento do IPPMG. Em todos os anos, os participantes organizam cinco festas comemorativas: Páscoa, dia das mães, festa junina, dia das crianças e Natal. Durante estes eventos, parceiros, amigos e interessados no projeto podem participar fazendo doações para as crianças e adolescentes, como livros de literatura infantil, mochilas, estojos, desenhos, etc. As coordenadoras afirmam que um dos principais objetivos do projeto é repassar os aprendizados obtidos para outras universidades e instituições, e contam o que esperam agregar aos voluntários.

- Temos a certeza de oferecer a qualquer estudante em qualquer área de formação um espaço que possa agregar valores importantes à sua formação, como solidariedade, humanização e a capacidade de olhar o próximo. Buscamos ajudar esses jovens a serem profissionais com um olhar diferenciado no futuro – finalizam. 

Os interessados em saber mais informações sobre o Alunos Contadores de Histórias podem acessar o site  www.alunoscontadores.com.br  e a página no Facebook “Alunos Contadores de Histórias”. Neste final de ano, o projeto organiza a festa de Natal para 200 crianças atendidas na Instituição. Colaborações e doações podem ser feitas pelo site  https://www.catarse.me/treno_dos_contadores_de_historias_a089  até o dia 27 de novembro.

Contato

Aglae Desenvolvimento Humano
Rua José Higino, 249 casa 2A - Tijuca
Rio de Janeiro

(21) 3826-1914

© 2014 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuito

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!